Translate

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

O VÍDEO, RATO TOMANDO BANHO, É REAL?

janeiro 31, 2018 0 Comments

Se você já assistiu ao vídeo Rato Tomando banho, e está na dúvida se o vídeo é real ou não, assista novamente e leia a reportagem, só assim, saberá o que realmente aconteceu.

Se você foi um dos tantos internautas que pararam por alguns segundos para assistir ao vídeo do ratinho tomando banho, vale a pena dedicar alguns minutos para ler esta matéria. Você foi enganado (nós também). Duplamente enganado, aliás. Não, aquele animal não era um rato. E, não, ele não estava tomando banho. Mas, sim, o vídeo é real. 

 Segundo apuração do NewsWeek, o animal é um roedor bípede, típico da América do Sul, mais especificamente do Peru, país onde o vídeo teria sido gravado. Trata-se de um pacarana. E o pior: ele não estava tomando banho.
 Ao que tudo indica, alguém colocou a espuma sobre o corpo do animal. Na tentativa de se livrar do sabão, o roedor esfrega o corpo. Os gestos se parecem com os de alguém que se ensaboa, mas não é bem isso.
 Como outros roedores, para se limpar, os pacaranas lambem o corpo, assim como fazem os gatos. Por sorte, especialistas ouvidos pelo NewsWeek e que assistiram ao vídeo afirmam que, embora um tanto desconfortável, o animal não estava sofrendo.
Fonte: gauchazh

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

LEVAR OU NÃO O ANIMAL DE ESTIMAÇÃO PRA VIAJAR NAS FÉRIAS?

janeiro 04, 2018 0 Comments

 levar ou deixar seu cãozinho?

Em pesquisas feitas no exterior, foi descoberto que o abandono de animais acontece, em mais de 80% dos casos, quando os donos tem que sair para as férias. Abrigos são dominados por esses pequenos cãezinhos abandonas, lutando a cada ano para acomodar todos esses animais em perigo. Mas existem outras soluções que não abandonar seu bichinho de estimação.


Cada vez mais hotéis e pousadas passam a aceitar amiguinhos de quatro patas em suas instalações. E quem não quer ou não puder viajar com o bichinho, hotéis e cuidadores de animais pipocam aos montes pelo Brasil para suprir essa necessidade dos viajantes, cuidando bem do seu cachorrinho até que você e sua família retornem das férias.

Se você levar seu cãozinho nas férias com você…
Em primeiro lugar, entre em contato com a pousada/hotel para ver se eles vão aceitar o seu animal de estimação ou não e em quais condições. Melhor evitar surpresas desagradáveis e proibições.

Uma vez lá, não mude seus hábitos também. Tenha comida suficiente para “segurar” vários dias se você não encontrar de imediato a sua marca habitual de ração. Se você vai para um país onde é improvável que se obtenha a sua ração nas lojas, peça ao seu veterinário por conselhos antes. Lembre-se também de levar um ou dois brinquedos que ele gosta para fazê-lo sentir-se tranquilo.

Antes de viajar para o estrangeiro, informe-se sobre as normas de saúde e administrativas impostos pelo seu país de destino. Muitos países requerem que o animal seja identificado por um microchip e ter um passaporte com certificados de vacinação. Para mais informações, entre em contato com a embaixada do país onde você vai ficar e fale com o seu veterinário.

Considere a organização de transporte

Carro: se você vai de carro, certifique-se que o animal não sofre de mau estar quando em movimento. Existem medicamentos para isso. Faça para ele uma refeição leve antes da viagem e faça intervalos regulares para esticar um pouco e levar o cãozinho para passear e ir ao banheiro.

Ônibus/Trem: no mesmo tempo que você reservar os seus bilhetes de viagem, diga que você pretende levar seu animal de estimação e saiba mais sobre as condições de viagem. Algumas empresas pedem que os donos comprem bilhetes especiais para seus bichinhos de estimação. Lembre-se que nosso companheiros devem ser transportados adequadamente, outros devem ter um protetor para não morder pessoas e todos eles devem estar na coleira, obrigatoriamente.

Avião: no mesmo tempo que você reservar os seus bilhetes de viagem, diga que você pretende levar seu animal e saiba mais sobre as condições de viagem. As taxas variam de acordo com as empresas aéreas. Geralmente você pode manter seu animal de estimação na cabine em uma caixa de transporte apropriada se seu cãozinho pesar menos de 4 kg. Caso contrário, ela será colocado em um compartimento específico do avião em uma gaiola específica da companhia aérea. Note também que algumas companhias não oferecem este serviço.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

RAPOSA MOSTRA GRATIDÃO APÓS SER SALVA

dezembro 26, 2017 0 Comments
O VÍDEO, MOSTRA UMA RAPOSA RECUPERADA PELO CENTRO DE ANIMAIS.
 ELA FOI RESGATADA, CONFUNDIDA COM UM CACHORRO E LEVADA A UM CANIL. QUANDO O ENGANO FOI PERCEBIDO, A RAPOSINHA (FILHOTINHO), FOI LEVADA AO CENTRO DE ANIMAIS SILVESTRE. ELA SE TORNOU TÃO DÓCIL QUE NÃO CONSEGUE MAIS VIVER EM UM AMBIENTE SELVAGEM. VALE A PENA VER A GRATIDÃO DESSE ANIMAL.

domingo, 26 de novembro de 2017

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

SAIBA QUAL É MELHOR MANEIRA DE DAR BANHO EM SEU ANIMALZINHO EM CASA

novembro 16, 2017 0 Comments
Quer saber como dar banho em casa em seu animalzinho de estimação da maneira certa?
Leia essa reportagem retirada do site Meus Animais.

Sempre dissemos que ter um animal de estimação é mais do que fazer mimos e carícias em uma coisinha peluda que nós adoramos. Isso requer uma certa responsabilidade e, dentro desta, se inclui o banho, uma parte importante da higiene do animal. Então surge a pergunta, pet shop ou dar banho em casa?
Muitos optam por levá-lo mensalmente ao pet shop, mas nem todos podem se permitir isso e preferem banhar seu pet em casa. Embora às vezes isso seja trabalhoso, é uma oportunidade única de estreitar os vínculos com o seu animal de estimação.
Para facilitar o trabalho, decidimos te dar alguns conselhos para que dar banho em casa seja uma tarefa mais amena.

Dar banho em casa, como?


gato-goste-do-momento-do-banho

Embora pareça um trabalho tedioso, com um pouco de organização, tudo é possível. Vamos por partes e já você verá que dar banho em casa não é tão difícil.

Escolha um xampu

A pele e o pelo dos animais são muito diferentes dos nossos, por isso, ter um xampu especial para eles é primordial antes de começar a dar banho em casa. Os xampus para cães se adaptam a suas necessidades e farão com que seu pelo e pele fiquem saudáveis e brilhantes.

Busque o espaço perfeito

Para dar banho em casa em um cão é necessário ter um espaço amplo para fazê-lo, não só pela comodidade do animal, mas também para deixar você mais confortável. Você necessitará de um jardim, quintal ou um terraço amplo ou, em falta disso, um banheiro grande que permita tanto a você como ao seu animal de estimação ter mobilidade.

Atenção as suas áreas delicadas

As orelhas são uma das partes mais delicadas de um cão, especialmente na hora de banhá-lo. É muito fácil que a água entre pelas orelhas ocasionando uma otite que depois será difícil de tratar. O melhor é que você as tampe com algodões antes de dar banho em casa.

Temperatura da água

Não devemos supor que, porque seu pelo e sua pele são grossos, eles poderão suportar uma temperatura muito quente. Isto é totalmente falso e também desnecessário. Portanto, coloque água morna, mas puxando mais para fria do que para quente. Essa será a temperatura ideal para que o seu animal se sinta cômodo.

Comece a lavagem

Uma vez molhado, aplicaremos o xampu em sua coxa e esfregaremos com energia, mas com cuidado, para tirar a sujeira. Depois chega o momento das patas, que é a região que mais ele suja, pois é a que tem maior contato com o chão.
Depois nos centraremos na cabeça, tendo um cuidado especial com os olhos e orelhas para evitar problemas mais tarde.

Enxágue

Para o momento do enxágue, o mais recomendável é começar da cabeça para trás, com água em abundância, devemos esfregar bem para que não fiquem restos de xampu. É importante dedicar o tempo necessário para isso, até nos assegurarmos de que está ele totalmente sem xampu em seus pelos.

Secar


como-pentear-seu-cao

Antes de passar para a parte mais temida pelos animais de estimação, o secador, o melhor é que você retire o excesso de água com uma toalha. Seque com a toalha tudo o que puder, para que o suplício da secagem automática seja o mais curto possível.
Se seu cão tiver muito medo do secador, você tem duas opções. A primeira é deixá-lo secar ao ar livre. A segunda, tentar um dos secadores especiais para cães. Estes fazem muito menos ruído e a temperaturadeles não é tão alta.

Escovação

Por último, resta a escovação. Se você desejar, e se seu cão aguentar, você poderá passar um pouco de colônia do aroma que preferir. Depois escove da cabeça para o lombo e, por último, a cauda e as patas.
Lembre-se de que escovar um cão diariamente permitirá que a pelagem dele fique sempre saudável e brilhante e, além disso, retardará a próxima sessão de banho.

domingo, 12 de novembro de 2017

Como administrar seus gastos com seu animal de estimação

novembro 12, 2017 0 Comments

Artigo muito interessante, encontrado no site organizze, sobre como administrar os gastos com os animais de estimação.

Se você tem interesse, ou tem um pet de estimação, vale a pena ler a reportagem,

Escrito por: 

É praticamente impossível resistir à tentação de ter um animal de estimação em casa, não é mesmo? Companheiros para você e para a sua família, os bichinhos realmente mudam as nossas vidas e as nossas rotinas — e, claro, as nossas finanças. Por isso, antes de tomar a decisão de adotar um, é importante pensar em como administrar os gastos que virão com ele.

Diferentemente da compra de uma mercadoria, o animal de estimação vai impactar o orçamento familiar de forma decisiva, e não apenas em algumas parcelas. Segundo um estudo do IBGE de 2016, O Brasil é um dos principais países do mercado pet mundial, atualmente situado em terceiro lugar. Parece muito, não é? Mas com algumas dicas é possível cuidar bem do seu bichinho e do seu bolso. Anote aí:

Gastos iniciais


Assim como qualquer outra despesa, o investimento inicial ao ter um pet é maior. Calcule, nos primeiros meses, gastos com os primeiros cuidados com o animal, como os vermífugos e vacinas necessárias nos primeiros meses e os itens indispensáveis para o conforto do bichano, como comedouros e bebedouros, cama, caixa de areia ou casinha, coleira e brinquedos. Vale ainda pensar se não há nada na sua casa que precise ser adaptado, como a inclusão de telas na janela (no caso dos gatos, isso é fundamental) ou no quintal.

Para economizar nessa fase, pense em adotar em vez de comprar o seu bichinho — além de mais barato, é mais sustentável e politicamente correto. Se for pegar algum item emprestado para baratear os seus gastos, lembre-se de esterilizar bem o que será usado.

Gastos mensais


Agora que você já orçou as suas despesas iniciais, faça uma projeção de como administrar os gastos mensais com o seu animal de estimação. Um estudo da FGV (Fundação Getúlio Vargas) de 2015 estimou que ao longo da vida do pet são gastos em torno de R$ 60 mil, o equivalente a dois carros zero! Quer saber para onde vai tanta grana?

→ Alimentação


Sem dúvida é o item mais dispendioso. Ao calcular, não adianta escolher a opção mais barata de ração, pois a saúde do seu animal também depende disso. Do odor das fezes à frequência com que as faz e até o humor do seu bichinho podem ser impactados pelo tipo de alimento. Considere também o porte do animal ao fazer o cálculo, bem como a diferença de idade, já que as opções para recém-nascidos variam de valor em relação aos adultos e idosos.
  

→ Higiene


Banho e tosa precisam ser realizados com frequência, de preferência por um profissional qualificado. Você pode administrar esses gastos tomando cuidado principalmente com o luxo que quer dar ao seu animal. Cada vez mais, entram na moda tratamentos estéticos, anti estress e até tinturas e tosas que dão mais estilo ao pet. Pondere exatamente o que é necessário para a saúde do animal e o que são os gastos supérfluos.

→ Acessórios


Brinquedos, escovas, cobertores e roupinhas precisam ser trocados com certa frequência também, tanto pelo crescimento do pet quanto pela vida útil desses objetos. Tome cuidado com os gastos extras na escolha dos itens, cuja variedade de opções pode ser tentadora.

→ Gastos preventivos


Não é só no começo da vida que os animais precisam tomar vacinas e visitar o médico. Assim como os vermífugos, que podem ser aplicados de tempos em tempos, as vacinas têm prazos de validade e precisam ser dadas na frequência indicada pelo veterinário para evitar que doenças ou complicações surjam para o animal.

→ Veterinário


A ida ao médico é, além de uma segurança, uma necessidade em alguns casos. Não dá pra prever quantas vezes o seu pet precisará fazer uma visita ao consultório, mas é importante reservar uma quantia para essas ocasiões.

Já estão disponíveis no mercado planos de saúde para animais, que variam de R$ 35 a R$ 180, aproximadamente. Apesar de ser um gasto fixo mensal, você pode economizar no futuro, visto que normalmente as taxas já cobrem despesas com cirurgias e atendimentos regulares e emergenciais. Há planos ainda que oferecem desconto na compra de acessórios do pet shop.

→ Serviços


Além dos serviços médicos, você pode já estimar como administrar os gastos com outros tipos de profissionais, como o hotel, para uma família que viaja muito, ou o andador de cães, caso trabalhem fora e não tenham tempo de levar o animal para passear.

Já deu para perceber o quão complexa é a gestão de gastos com um animal de estimação? Para entender qual a quantia total que você precisará investir, pode fazer uma conta simples depois de ter orçado os itens acima: multiplique os gastos mensais pela expectativa de vida de seu pet (se quiser ser ainda mais preciso, adicione os juros anuais da inflação). A seguir, some o investimento inicial. Tomou um susto? Daí a necessidade de preparar bem o seu orçamento para essa nova despesa.

Todo esse planejamento, porém, não deve te desmotivar a ter um bichinho em casa. Já existem diversas ferramentas que te ajudam no processo e em como administrar os gastos relacionados à chegada do novo integrante da família. Uma dessas opções é um software de gestão de finanças. Basta inserir as informações das compras e do seu animal que ele faz todo o trabalho por você! Além de te ajudar na gestão, ele mantém o seu estilo de vida sem fazer com que você tenha que abrir mão dos seus planos.
Fonte: organizze

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

network

link

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...